quinta-feira, 30 de agosto de 2012

Morar Feliz: maior programa habitacional do país

Foto: Rodolfo Lins
Por Franio Abreu

Hoje em Campos, 5.426 famílias vivem outra realidade, bem melhor, segundo elas, do que antigamente, quando residiam em áreas de risco, em locais sem a mínima segurança e infraestrutura. Centenas delas na beira de estradas, outras em margem de rios e lagoas e muitas em casebres de papelão e plástico.

Era assim, até que essas famílias foram inseridas no Morar Feliz, o maior programa habitacional do interior do país, que oferece moradia com total infraestrutura e acessibilidade, entre outras vantagens.São 14 conjuntos habitacionais espalhados por 10 bairros no município, entre eles, Parques Prazeres, Aldeia,Tapera e Eldorado, Lagoa das Pedras, Santa Rosa, Novo Jóquei, Penha, Travessão, Esplanada, entre outros.

Com a conclusão da etapa de demolições das antigas construções, foi iniciada a retirada dos entulhos para que, em breve, essas áreas desocupadas sejam urbanizadas e, em caso de estar em beira de estrada, promover a duplicação de vias de trânsito. Os condomínios residenciais do Programa Morar Feliz contam com drenagem, abastecimento de água e esgoto, iluminação, telefonia, arborização, transporte público, entre outros benefícios. As casas têm pintura textualizada, com cores variadas nas fachadas e telhas, esquadrias de alumínio e gramado.

Dez por cento das casas são destinadas as pessoas com necessidades especiais ou idosas, sendo que estas casas têm medidas maiores, que permitem total fluxo dos proprietários, banheiro adaptado, porta abrindo para fora, cumprindo todas as normas técnicas de acessibilidade da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT). - São casas confortáveis, com dois quartos, iluminação natural, ventilação cruzada, piso cerâmico com rodapé, laje, quadro de disjuntor e chuveiro elétrico - informa o secretário de Obras e Urbanismo, Edilson Peixoto.E quem pensa que as famílias não têm acompanhamento após a mudança, está enganado.

A partir daí entra um grupo formado por um síndico, um agente social e um assessor técnico, totalizando 108 pessoas. Esse grupo serve de elo de ligação entre a população e o poder público, fazendo o acompanhamento das famílias, levantando as necessidades locais, fiscalizando e levando as possíveis reivindicações para as secretarias municipais. Perda – Os contemplados com as casas do Programa Morar Feliz têm direitos, como por exemplo, de receber uma casa com toda a infraestrutura e com acessibilidade, mas também deveres.

Entre eles, manter o imóvel em condições de uso, não descaracterizar a área onde ele foi construído, não abandonar, alugar ou vender. Essas cláusulas estão no Termo de Posse que assinam quando recebem o imóvel e, em caso de desobediência, a casa é retomada pela prefeitura. A diretora de Políticas Habitacionais da secretaria, Emily Silveira, explica que, até agora, foram retomadas 25 casas por diferentes motivos e as pessoas retornaram às suas moradias anteriores. “Esse é um processo mais demorado, porque nossos técnicos recebem a denúncia, averiguam,fazem o levantamento e, depois de constatado o fato, o jurídico é acionado para a retomada”, acrescenta a diretora.

terça-feira, 28 de agosto de 2012

Curso de modelagem para quem quer se profissionalizar

Foto: David Jones
Por Elenice Costa

Visando a geração de trabalho e renda, com iniciativa e incentivo do governo municipal, a Secretaria da Família e Assistência Social oferece, através do Núcleo de Inclusão Produtiva do Jardim Carioca, curso de modelagem para qualificar alunas que já fizeram curso de corte de costura no núcleo. Dez alunas foram selecionadas para participar das aulas ministradas pela estilista de modas, Cyntia Stillet, que acontece todas às quintas-feiras, das 8 as 12h, no Núcleo de Inclusão Produtiva. O curso tem a duração de quatro meses e no término as alunas receberão certificado de conclusão.

A produção do curso tem duas fases: na primeira etapa elas vão aprender a técnica de modelagem básica. Na segunda fase do curso aprenderão as técnicas de modelagem avançada, que são desdobramentos do primeiro módulo, onde as alunas estão totalmente aptas a produzirem peças para atender às exigências do mercado de trabalho.

De acordo com a estilista Cyntia Stillet, a importância destes cursos vai além do aprendizado, pois oportuniza ampliar a renda familiar e proporciona o convívio com outras pessoas. Ela também destaca que no trabalho em grupo é possível trocar experiências, além dos relacionamentos gerarem um crescimento pessoal.

A coordenadora do Núcleo da Inclusão Produtiva, Ângela Márcia Muylaert, diz que aperfeiçoar o aprendizado é o principal objetivo, pois as costureiras já têm noção em costura. O curso proporciona a capacitação profissional na área de costura industrial, direcionada à gestão produtiva das famílias vulnerabilizadas do município, além de contribuir para a melhoria das condições sócio-econômicas da população envolvida e, ainda, sua inserção ao mercado de trabalho.

Controle do Tabagismo no Dia Nacional de Combate ao Fumo

Foto: Divulgação
Por Juliana Soares/Secom

Quarta-feira, 29 de Agosto, é o Dia Nacional de Combate ao Fumo, instituído através da Lei Federal nº 7.488 e comemorado desde 1986. A data foi criada com o objetivo de conscientizar a população, alertando-a sobre os malefícios do tabagismo. Em Campos, a Secretaria de Saúde vai marcar a data com ações do Programa Municipal de Controle do Tabagismo.

Na programação da Saúde pelo Dia Nacional de Combate ao Fumo, haverá, das 10h às 12h, no auditório da Sociedade Fluminense de Medicina e Cirurgia (anexo à Faculdade de Medicina), uma seleção entre candidatos já inscritos no programa.

- Serão selecionadas 150 pessoas para o tratamento, que conta com assistência médica, psicológica, terapia com grupos de apoio. E, na parte da tarde, na sede da Secretaria de Saúde, haverá panfletagem alertando sobre os malefícios causados pelo cigarro e teste gratuito para avaliação do grau de dependência da nicotina - explica a coordenadora do Programa de Controle do Tabagismo, Carla Damasceno. 

De acordo com Carla, o cigarro possui substâncias cancerígenas, além de causar doenças cardiovasculares, respiratórias e tantas outras diretamente ligadas ao tabagismo. “O programa atinge bons resultados e cerca de 65% dos pacientes que aderem ao tratamento param de fumar, o que é considerado um bom índice, contra os 50% registrados pelo INCA”, conclui coordenadora.

Mais 144 campistas no Morar Feliz

Foto: David Jones
Por Elenice Costa

A secretária da Família e Assistência Social, Izaura Freire, junto com o secretário de Governo, Suledil Bernardino, além de outros secretários, participou nesta segunda-feira (27), da última inauguração oficial desta primeira etapa de entrega de casas do Programa Habitacional Morar Feliz. A inauguração das 144 casas no Conjunto Habitacional do Parque Eldorado III contou, ainda, com a presença do deputado federal, Anthony Garotinho. Em uma segunda etapa, a prefeitura vai construir mais 4.500 casas para a população.

Durante a inauguração, dezenas de pessoas subiram ao palco para agradecer às autoridades municipais pela oportunidade de serem contempladas com uma casa com drenagem, abastecimento de água, saneamento básico, iluminação, telefonia, arborização, ruas pavimentadas, entre outros benefícios.

Além disso, 10% das casas são destinadas às pessoas com necessidades especiais ou idosas. São casas com medidas superiores, que permitem maior movimentação dos proprietários, banheiro adaptado, porta abrindo para fora, tudo isso cumprindo as normas técnicas de acessibilidade da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT).

A Secretária Izaura Freire acrescentou que, na próxima semana, equipes do Setor de Habitação da secretaria estarão realizando pesquisa de satisfação nos conjuntos habitacionais. “Além disso, será implantada aqui horta comunitária, como está acontecendo em todos os outros conjuntos. E, ainda, haverá plantio de árvores, concursos de frases sobre o que é para cada um morar feliz e, também, para escolher os nomes das ruas. E todos os moradores poderão participar”, afirmou Izaura Freire.

- Este é o maior programa habitacional do interior do país. Mas nós ainda não conseguimos alcançar todas as famílias, porque o deficit habitacional do município ainda é muito grande, sem contar que existem pessoas migrando de municípios vizinhos, vindo morar em Campos, por conta dos programas sociais implantados aqui, como por exemplo, o Morar Feliz- acrescentou a secretária.

A dona de casa, Elisabete dos Santos Barreto, de 38 anos, mãe de dois filhos, que morou durante 30 anos em área de risco no Parque São Matheus, ficou entusiasmada com sua nova casa. “Hoje eu moro muito melhor, ganhei uma casa onde tenho um ótimo quintal para meu filho brincar. É muito gratificante receber uma casa em um condomínio com saneamento básico, água, luz, ruas calçadas, entre outros benefícios. Eu e a minha família estamos muito felizes”, finalizou Elisabete dos Santos Barreto, que recebeu a chave simbólica das mãs da secretária Izaura Freire.

O casal Wellhem dos Santos, de 29 anos, e Josival Batista Florêncio, de 29 anos, que tem um casal de filhos, afirma que “agora estamos completos, daqui para frente minha família terá nova vida em uma casa bem estruturada. Foram muitos anos morando de favor na casa dos outros, no Parque Calabouço”.

Projovem de Campos mostra experiências positivas ao MDS

Foto: David Jones
Por Elenice Costa

O Programa Projovem Adolescente, desenvolvido pela Secretaria da Família e Assistência Social, recebeu nesta terça-feira (28), a visita avaliativa da consultora do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS), Nínive Fonseca Machado, para avaliação das atividades desenvolvidas no município. Campos foi selecionado entre os dez municípios no estado no êxito de melhor desenvolvimento do programa. Participaram da pesquisa gestores e coordenadores do programa onde todos puderam optar com sugestões de melhorias no atendimento nos 36 núcleos espalhados no município.

De acordo com Coordenadora Geral do Projovem Adolescente, Regina Pacheco, é muito gratificante saber que o programa é desenvolvido na Secretaria da Família e que foi um dos escolhidos no estado do Rio de Janeiro como referência positiva em desenvolvimento e atendimento de jovens em situação de vulnerabilidade social.

- Durante as pesquisas nossos profissionais puderam elucidar dúvidas existentes em relação ao desenvolvimento da metodologia, uma vez que o município de Campos é o único a atender as determinações do MDS, sendo referenciado com desenvolvimento de muito sucesso - concluiu a coordenadora do Projovem de Campos, Regina Pacheco.

Segundo a consultora Nínive Fonseca Machado, o (MDS) contratou vários consultores para percorre dez municípios que desenvolvem atividades com os jovens de maneira positiva. Além disso, a idéia é ouvir os coordenadores sobre as experiências das atividades desenvolvidas nos equipamentos.

O Projovem Adolescente – Serviço Socioeducativo é, por sua vez, coordena-do pelo Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS). Atende jovens dos 15 aos 17 anos, provenientes de famílias em situação de pobreza ou extrema pobreza, beneficiárias do Programa Bolsa Família (PBF), ou em situação de risco ou vulnerabilidade social, encaminhados pelos programas e serviços de Proteção Social Especial (PSE) ou, ainda, sob demanda dos órgãos do Sistema de Garantia de Direitos da Criança e do Adolescente.

segunda-feira, 27 de agosto de 2012

Reunião do Comudes apresenta avanços no município

Foto: Gerson Gomes
Na manhã desta segunda-feira (27), participei como membro titular, da 16ª reunião do Comudes ( Conselho Municipal de Desenvolvimento ), no Salão Nobre da Santa Casa de Misericórdia de Campos, onde foram apresentados a representantes da sociedade civil organizada, números que apontam a expansão econômica e social de Campos, como o estoque de empregos formais, de janeiro de 2009 a julho de 2012, em mais de 10 mil postos. A reunião foi presidida pela prefeita Rosinha Garotinho e contou com a participação do deputado federal, Paulo Feijó.

A prefeita Rosinha apresentou ainda aos conselheiros do Comudes dados como o da evolução da formalização, com Campos saindo da 12ª posição no Estado para a 6ª posição, tendo formalizado mais de 9 mil trabalhadores através do Espaço do Empreendedor, da Companhia Desenvolvimento Municipal de Campos (Codemca). O município também inseriu mais de 11 mil pessoas no mercado de trabalho, com carteira assinada, através do Balcão Municipal de Emprego.

Com os recursos dos royalties, o governo municipal tem fortalecido pequenas e grandes empresas através do Fundo de Desenvolvimento de Campos (Fundecam), que foi reestruturado para atender também empreendedores individuais com taxas anuais de juros de apenas 2%, com a diferença de 6% dos juros oficiais sendo subsidiada pela prefeitura.

domingo, 26 de agosto de 2012

Morar Feliz não para e entrega mais casas nesta segunda

VAMOS LÁ!! O GOVERNO ROSINHA NÃO PARA!! VAMOS PRESTIGIAR MAIS ESSA DEMONSTRAÇÃO DE CARINHO DA PREFEITA QUE MUDOU CAMPOS!! CONTO COM A PRESENÇA DE TODOS!!

A diferença entre Rosinha e Cabral

De um lado o povo com Rosinha; do outro, estudantes protestando e sendo ameaçados de morte na porta do prédio de Cabral


Do Blog do Garotinho

" Cabral e sua turma tremem de medo de ter de me enfrentar nas eleições estaduais em 2014. O pavor deles está associado a uma única coisa: a força do povo que nos apóia. Por isso tentam todo o tipo de golpe sujo e de covardia para tentar nos derrotar no tapetão, porque no voto sabem que não arrumam nada. 

As duas sequências de fotos acima são um retrato da diferença de relação do povo comigo e com Rosinha, bem diferente do que acontece com Cabral. 

Enquanto nós temos os povo na nossa porta gritando nossos nomes e nos apoiando, Cabral enfrenta protestos como esse do início do mês onde estudantes se mobilizaram pelo Facebook e passaram uma semana acampados na rua Aristides Espínola, no Leblon, em frente ao prédio do governador. Os estudantes pedíam a prisão de Cabral e como podem ver por um dos cartazes foram ameaçados de morte pelos seguranças de Cabral. O mais impressionante é que nenhum jornal do Rio deu uma linha sobre o protesto dos estudantes na porta de Cabral que durou uma semana, houve ameaças de morte e tudo foi abafado. Só o JB Digital noticiou. 

Cabral paga para a mídia esconder a verdade. Cabral pressiona o TRE - RJ e o MP Estadual. Mas tem uma coisa que ele não controla que é o povo. Isso é que os apavora porque sabem que nunca terão o povo do seu lado. Por isso apelam para o tapetão. Essa é a grande verdade"- afirmou o Deputado Garotinho em seu Blog. 

Comício de Rosinha reúne 20 mil na Lapa

Casal Garotinho lamenta decisão do TRE/RJ e levanta suspeita sobre decisão de juíza
Fotos: Campos24horas
Fonte Campos24horas

Campos registrou o maior ato de uma campanha política dos últimos anos. O casal Garotinho deu provas de prestígio e poder de mobilização. O ato intitulado ‘Comício da Verdade’, realizado pela coligação da Prefeita e candidata a reeleição Rosinha Garotinho(PR), neste sábado(25/08), levou 20 mil pessoas ao bairro da Lapa, em Campos. Tanto a candidata a reeleição Rosinha quanto o deputado Federal e presidente do PR/RJ, Anthony Garotinho, classificaram a decisão do TRE/RJ (o tribunal indeferiu esta semana o registro de candidatura de Rosinha) como uma decisão suspeita. A prefeita Rosinha chegou a levantar dúvidas sobre a isenção da desembargadora que proferiu a decisão. Segundo a prefeita, antes de ser nomeada para o TRE/RJ, a relatora do seu processo foi sócia de um escritório de advocacia de um secretário do governador Sérgio Cabral.
Rosinha também afirmou ter esperança na mudança da decisão no Tribunal Superior Eleitoral(TSE/Brasília).

“Pode até demorar um pouco, mas a verdade vai ser restabelecida pelo TSE. Eu já estava achando muito fácil. A campanha estava muito tranqüila. Mas, como pra gente as coisas nunca foram fáceis, eles voltaram a nos perseguir”, declarou a prefeita.

Já o deputado federal Anthony Garotinho disse que advesários, como o governador Sérgio Cabral, fazem tudo para ver Campos perder.
“Começou com os royalties. O Cabral não fez nada. Rosinha foi a primeira que lutou e fez um ato no Rio. Em Brasília, lutei ao lado de Feijó para defender os royalties. Agora, vem a eleição, e eles começaram novamente a nos perseguir. O que incomoda sabe é o que?(disse Garotinho em tom de indagação). É que Rosinha tem 78% dos votos válidos, conforme mostram as pesquias”, declarou Garotinho.
O comício começou por volta das 10h30 e foi encerrado no ínício da tarde.

sábado, 25 de agosto de 2012

Rosinha Garotinho: "Fé em Deus e a força do povo"

Do Blog do Garotinho

Quem não acompanha Rosinha de perto se espanta como ela suporta de cabeça erguida os golpes baixos e covardes que nos são desferidos, ao arrepio da lei, um atrás do outro, numa perseguição odiosa que atinge toda a nossa família. 

De fato tenho muito orgulho de Rosinha, não apenas por ser o amor da minha vida, a mãe maravilhosa que é, a grande companheira de todas as horas, mas também por ser esse exemplo de mulher guerreira. Quando Rosinha sabe que a verdade está do seu lado não se abate e segue em frente lutando, encarando os inimigos por mais poderosos que sejam. A maioria dos homens não tem nem de perto a coragem e a determinação de Rosinha. 

Não se esqueçam também que além das qualidades, do caráter de Rosinha, a vida nos caleja, as pancadas nos deixam mais fortes, criam casca. Nenhuma família já sofreu tantas perseguições e injustiças como a minha. Eu sei que o objetivo é me atingir, mas sempre jogaram sujo contra Rosinha e até contra minha filha Clarissa. 

Por tudo isso, ontem Rosinha logo depois de receber a notícia não se abalou. Ficou triste por mais uma covardia, mas era a primeira a tranquilizar as pessoas que correram lá para casa assustadas. Rosinha disse para todos que tinha fé em Deus e que o absurdo era tão gritante que tinha plena confiança de que o TSE fará justiça. Avisou logo que a campanha iria continuar normalmente. 

Eu e Rosinha somos pessoas de muita fé, sempre nos apoiamos em Deus, que "é o nosso escudo e a nossa fortaleza". Nos momentos de sofrimento Ele é que nos dá força, nos conforta, nos dá serenidade e discernimento para seguir em frente. Deus claro em primeiro lugar. 

Mas estejam certos que a segunda força mais poderosa que sempre nos ajudou a levantar, a manter a cabeça erguida vem do coração do povo, do amor e do carinho das pessoas do povo, não interessa a classe social, a religião, o estudo, mas principalmente das mais humildes. 

Isso me lembra uma conversa que tive com Rosinha quando ela foi afastada da prefeitura de Campos, em outra decisão covarde no ano passado, um dos momentos difíceis que vivemos. Não tenho vergonha de contar essa história, afinal nós, eu e Rosinha, somos pessoas comuns, nunca posamos de personagens ou fingimos ser o que não somos. Chegamos a pensar em desistir da política. Abraçados e olhando um para o outro nos perguntávamos: "Essa perseguição vai terminar algum dia? O que mais a nossa família, os nossos filhos vão ter que passar?". 

Podíamos ir viver a nossa vida com tranquilidade fora da política. Nunca precisei da política para ganhar dinheiro. Sempre trabalhei como radialista desde os meus 17 anos, nunca parei, nem quando era governador. Aliás, fui o único ex-governador que ao sair do governo voltou à sua profissão, no meu caso fazendo dois programas diários de rádio, de segunda a sexta. Poderia fazer como outros que viraram consultores (vide Zé Dirceu e Antônio Palocci), com todos os meus contatos conseguiria fechar negócios e ganhar comissões, a famosa taxa de sucesso. Ficaria milionário e não teria tanto sofrimento. Mas não sou disso, não entrei para esse sistema perverso dos poderosos, isso também faz com que me vejam como uma ameaça. 

Nessas horas difíceis no entanto, o povo corre para junto de nós espontaneamente - sempre tem sido assim. Uma multidão se junta na nossa porta. Idosos e mulheres choram, gritam o nome de Rosinha, querem abraçá-la; jovens se oferecem para ir para a rua pra defender a prefeita; grupos fazem orações. Só vocês vendo, é de arrepiar. Isso não se compra por nenhum dinheiro do mundo; esse amor verdadeiro do povo, todo esse apoio é o que faz muitos políticos ficarem com inveja. Isso nos dá uma força enorme. E é o que Rosinha disse na conversa que tivemos há algum tempo que vou resumir: "Se nós desistirmos o que será dessas pessoas que nos amam, que acreditam em nós e depositam suas esperanças em nós. Viemos até aqui não vamos deixar que nos derrotem porque se isso acontecer essa gente que nos ama e nos defende é que vai sofrer as consequências. Deus é por nós e com a força do povo nós vamos lutar e vencer".

Então é isso, acho que consegui passar pra vocês o espírito do que nos dá força para enfrentar mais essa batalha, e de termos, eu e Rosinha, plena confiança de que será feita justiça. Obrigado a todos vocês que estão nos enviando por todos os meios mensagens de apoio, de carinho e nos dando força. Com a força de Deus a verdade vencerá.

sexta-feira, 24 de agosto de 2012

Comício da Verdade será na Curva da Lapa


O Comício da Verdade passou para a Curva da Lapa, neste sábado, 10h. O povo de Campos vai mostrar o seu apoio a Rosinha e dar um sonoro não à armação covarde que fizeram contra ela. 

Capacitação da equipe do Cras do Jardim Carioca

Foto: Divulgação
Por Elenice Costa

A psicóloga do Centro de Referência e Assistência Social (Cras), Luciana Fernandes Caldas, do Jardim Carioca, realizou nesta sexta-feira (24), capacitação com a equipe da Secretaria da Família e Assistência Social que vem constantemente realizando as inscrições dos usuários nos cursos ofertados pelo Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec). A capacitação tem como objetivo orientar a equipe na questão de como deve ser realizado o encaminhamento dos inscritos nos cursos ofertados pelo Pronatec, a inserção dos usuários inscritos nos programas sociais.

De acordo com a psicóloga Luciana Fernandes Caldas, o Pronatec é um programa do governo federal, que funciona em parceria com as prefeituras. Segundo a psicóloga, é necessário que os usuários que já foram inscritos nos programas sociais estejam inseridos no Cadastro Único (Cad-Único) do governo federal.

Ela acrescenta que o Cras é a porta de entrada da assistência, onde é realizada a inserção de usuários no Cad-único. “É necessário que a equipe do Pronatec esteja pronta para informar todos os critérios para inclusão de usuários nos programas”, finalizou Luciana Fernandes Caldas

Mais uma reunião do Conselho de Assistência Social

Foto David Jones
Por Elenice Costa

A presidente do Conselho Municipal de Assistência Social, Izaura Freire, junto com a Comissão de Conselheiros do órgão, participou nesta sexta-feira (24) de mais uma assembléia geral ordinária. A reunião aconteceu na sala multimídia do Instituto Federal Fluminense (IFF), localizado a Rua Dr. Siqueira, 273, Parque Dom Bosco. 
Durante a reunião foi realizada a leitura do Demonstrativo Físico-Financeiro do ano 2011, além da apresentação da Comissão de Orçamento e Financiamento, Planos de Ação do Sistema Único de Assistência Social (Suas), Comissão de Política e Informes dobre o Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE) de Bom Jesus de Itabapuana.


Recurso será apresentado em Brasília


Do Blog do Garotinho - É uma decisão tão absurda que meus advogados em Brasília não têm dúvidas de que o TSE irá revogá-la. Entendam a decisão.

É jurisprudência no TSE e a lei eleitoral é clara, que o momento de registro de uma candidatura é quando é feito o protocolo na Zona Eleitoral. Para todos os candidatos do Brasil inteiro é assim. Menos para Rosinha no entendimento do TRE - RJ.

O TRE alegou que no caso de Rosinha o momento de registro de sua candidatura é o da sentença que lhe permitiu ser candidata e não o protocolo na Zona Eleitoral. Por esse motivo alegou que Rosinha teria perdido o prazo e negou o registro de sua candidatura.

Até advogados experientes que militam na Justiça Eleitoral do Rio ficaram surpresos com a decisão inusitada. Já conversei com meus advogados em Brasília que vão recorrer ao TSE e não têm dúvidas de que a decisão será revogada porque salta aos olhos a sua ilegalidade. 

Apesar de você...

Do Blog do Garotinho - Numa decisão que afronta o Tribunal Superior Eleitoral, o TRE - RJ resolveu indeferir o registro da candidatura de Rosinha que já estava deferido pelo juiz da Zona Eleitoral de Campos. A decisão é absurda, covarde, ilegal, e tem todas as conotações de influência política já que, coincidentemente está marcada para sábado a visita do governador Sérgio Cabral a Campos para pedir votos para o seu candidato, ele que há muito tempo não dá o ar da graça na cidade.

Conversei agora há pouco com diversos advogados, todos estão estarrecidos com a flagrante ilegalidade e afirmam que isso só reforça a má imagem do TRE - RJ perante a corte superior.

Não sou tolo. Isso foi apenas para tumultuar o processo eleitoral em Campos já que Rosinha tem nas pesquisas mais de 60% dos votos enquanto o candidato do governador não sai de 3%. Fizeram isso para confundir o eleitor, criar dúvida, instabilidade, mas a população de Campos já tem experiência e maturidade para saber que tudo não passa de uma armação eleitoral.

Rosinha está sendo acusada de que? De desvio de dinheiro público? Não! Tem contas rejeitadas pelos tribunais? Não! O TRE - RJ quer impedi-la de disputar a eleição por uma entrevista de rádio concedida há quatro anos. Isso é tão absurdo que gera mais indignação e revolta na população.

A campanha vai continuar e a armação vai surtir efeito contrário. Os índices de intenção de votos de Rosinha que já são altos vão subir mais ainda, porque para a população está claro, eles querem tomar o poder a qualquer custo, como não conseguem conquistar pelo voto, usam de golpes baixos que o povo não aceita.

Rosinha continua candidata, os advogados já estão recorrendo, vamos à vitória no 1º turno. 

Vereadores, populares, entidades da sociedade civil e muita gente de todos os bairros e distritos de Campos está vindo para a porta da nossa casa. Estão revoltados, tem gente até chorando. O clima é de muita comoção. Temos pedido a todos calma e convidando-os para o Comício da Verdade, no sábado, às 10h, na Praça São Salvador.

Todos já estão percebendo que foi uma armação para beneficiar o candidato do PT apoiado por Sérgio Cabral e Lindbergh Farias. Rosinha tem tanta fé e confiança que vai reverter rapidamente a situação que não alterou a sua agenda de campanha. 

quinta-feira, 23 de agosto de 2012

A vingança de Cabral contra Garotinho

Do Blog do Garotinho

" Aliados do governador Sérgio Cabral em Campos já vinham comentando há dias que aconteceria algo para mudar o rumo da campanha eleitoral em Campos e consequentemente no estado. Cabral não conforma por eu ter divulgado as imagens de suas farras na Europa com o empreiteiro Fernando Cavendish e a Gangue dos Guardanapos. Ouvi de um experiente advogado agora há pouco, que a decisão é imoral; que nos corredores do TRE - RJ já se comentava que a decisão era um pedido pessoal de Cabral como forma de me retaliar. 

Para alguns políticos vale tudo. "

Rosinha convoca o povo para Comício da Verdade

Indignada com a decisão do TRE - RJ, a prefeita Rosinha Garotinho, candidata à reeleição está convocando todos os seus partidários e simpatizantes para um grande comício na Praça São Salvador, às 10h do próximo sábado (depois de amanhã). 

Rosinha afirmou agora há pouco que vai continuar normalmente a campanha, embora triste com a decisão absurda do TRE - RJ não está abalada e permanece confiante que os números que a pontam como franca favorita para vencer a eleição no 1º turno não se alterarão com essa armação eleitoral. Rosinha atribui a decisão do TRE a pressões do PT e do PMDB, principalmente do governador Sérgio Cabral. Ela está gravando neste momento um texto convocando o povo para o Comício da Verdade, que repito, acontecerá no sábado às 10h, na Praça São Salvador.

Parceria entre Família e Assistência e Trabalho e Renda

Foto David Jones
Por Elenice Costa

Como objetivo de qualificar profissionalmente quem cumpre medida sócio-educativa, além da inserção deste público alvo no mercado de trabalho, a Secretária da Família e Assistência Social, Izaura Freire, se reuniu ontem, quarta-feira (22), com o Secretário de Trabalho e Renda, José Alberto Nogueira Pereira. Os secretários começaram a articular parceria para realização de cursos de qualificação profissional. A idéia é estreitar o relacionamento entre as duas secretarias para atender as demandas encontradas no município.

A partir da parceria, a secretaria da Família e Assistência Social estará encaminhando os usuários que são atendidos nos Centros de Referência e Assistência Social (Cras), que se encontram em situação de desemprego. Por outro lado, a secretaria de Trabalho e Renda, através do Balcão de Emprego tem a função de inserir esses usuários no mercado de trabalho.

- A secretaria da Família e Assistência Social já oferta cursos de qualificação profissional e a parceria veio a calhar. Ao terminar os cursos os alunos serão encaminhados para o departamento do balcão de emprego - concluiu a Superintendente de Programas e Projetos, Irecy Damasceno.

Equipe da Economia Popular e Solidária reunida

Foto: David Jones
Por Elenice Costa

A coordenadora do Programa Economia Popular e Solidária, que é desenvolvido pela Secretaria Municipal da Família e Assistência Social, Alba Paes, junto com a equipe da Superintendência de Programa e Projetos, se reuniu ontem (quarta-feira, 22), na Faculdade de Direito de Campos. O objetivo foi iniciar o planejamento do projeto com intuito de captar orientações e promover capacitação de gestão pública para Economia Solidária no município.

- O sentido desse projeto é fomentar a Economia Solidária no município. Para isso, a parceria com outras instituições se faz necessária, em função das orientações de pesquisa e avaliação administrativa e legal, com foco em direito e cidadania - disse a coordenadora Alba Paes.

De acordo com o Coordenador de Pesquisa e Extensão da Uniflu - Campus I – Faculdade de Direito, o professor Auner Pereira, com a Uniflu visa desenvolver a interação de projetos e pesquisas, especialmente no estudo da legislação pertinente aos interesses de empreendedores públicos e privados, no sentido de desenvolvimento harmônico, adequado, solidário e sustentável. Também participou da reunião a vice-diretora da faculdade, a advogada Beatriz Bogado.



Curso preparatório para casamento das pessoas na terceira idade

Foto: Divulgação
Por Elenice Costa
O curso preparatório para o casamento comunitário, promovido pela Secretaria da Família e Assistência Social, aconteceu na última quarta-feira (22), no pelo Clube da Terceira Idade, localizado no Parque Tamandaré.Quatorze casais se prepararam através de palestras, ministradas pela neuropsicóloga, Andréia Maciel Moreira, e pela psicóloga Amanda de Souza Caetano. Foram abordados os temas “Os Benefícios do Casamento” e “Relacionamento não vem pronto, se constrói”, além de dinâmicas e discussões sobre o assunto.
Com direito à festa, bolo, brinde com champanhe e fotos, os 14 casais estão ansiosos para dizer o tradicional "sim" diante do juiz, em cerimônia marcada para o mês de setembro, a partir das 18 horas. A iniciativa é do Departamento do Idoso, promovida pela Secretaria da Família e Assistência Social.
As noivas terão direito a fazer maquiagem, cabelos e unhas no salão de beleza do Clube da Terceira Idade, para estarem bem arrumadas para a cerimônia. O objetivo é dar oportunidade às pessoas que pretendem formalizar uma união estável e não dispõem de condições financeiras para tal. É a chance de concretizar esse sonho, sem qualquer ônus.


Dia decisivo para o PT no julgamento do Mensalão

Do Blog do Garotinho

Hoje o ministro revisor Ricardo Lewandowski dará o seu voto no caso do deputado João Paulo Cunha (PT - SP), atual candidato à prefeitura de Osasco. O ministro relator Joaquim Barbosa pediu a condenação do deputado. É claro que depois ainda haverá o voto dos demais 9 ministros, mas se Lewandowski concordar com a tese de Joaquim Barbosa e pedir a condenação de João Paulo, além de ficar 2 a 0 dificilmente a maioria dos demais ministros tomará caminho contrário do relator e do revisor. Um voto de Lewandowski pela absolvição de João Paulo acenderá a chama da esperança para o PT. Vamos aguardar.

quarta-feira, 22 de agosto de 2012

Sonho de adolescentes realizado no Concurso do Projovem

Foto David Jones
Por Elenice Cotsa

“Ganhar o concurso foi uma sensação maravilhosa. Vou me esforçar, aproveitar todos os cursos e me dedicar a esta carreira. Entre tantas garotas bonitas, eu não esperava ganhar o primeiro lugar. É mesmo um sonho!”. A declaração é de Laiz Viana, de 16 anos, do coletivo de Travessão e vencedora do III Concurso Garota e Garoto Projovem Adolescente.
O programa é desenvolvido pela Secretaria da Família e Assistência Social. Na categoria masculina, o primeiro lugar ficou para Michel Silva, de 17 anos, do coletivo da Tapera.O evento aconteceu no Teatro Municipal Trianon. Este ano, o tema do Concurso foi “Amor e Caos”. Uma festa que marcou a vida de 20 adolescentes que participaram do concurso.

Os três primeiros colocados de cada categoria foram premiados com troféus, brindes, bicicletas, DVDs e celulares.Antes de abrir o desfile, a coordenadora do programa, Regina Pacheco, destacou a importância do evento para unir as famílias e, ao mesmo tempo, proporcionar oportunidade aos jovens que no projeto têm acesso a várias atividades que auxiliam na formação pessoal e profissional.

 Na plateia, familiares e amigos dos candidatos, além das torcidas representando os diversos núcleos do município.O evento, sob a direção do estilista Nelcimar Pires, reuniu estudantes, empresários, profissionais liberais e comunidade em geral, numa tarde de beleza e música.

E, ainda, contou com participação de dez modelos, que desfilaram com acessórios como bolsas, carteiras, colares, pulseiras e brincos, tudo fabricado com fibra da bananeira, papel jornal e tampa de garrafa Peti. O material apresentado foi confeccionado pelas usuárias que fazem parte dos Cursos do Programa de Inclusão Produtiva, também desenvolvido na Secretaria da Família e Assistência Social.

Representantes do Estado visitam Cras e Creas

Foto: David Jones
Por Elenice Costa

Representantes da Secretaria Estadual de Assistência Social e Direitos Humanos, estiveram nesta quarta-feira (22), com a secretária municipal da Família e Assistência Social, Izaura Freire. As assistentes sociais Ana Lucia Guimarães Silva e Anália Barbosa estarão realizando hoje e amanhã (quinta-feira, 23), visita nos Centros de Referência e Assistência Social (Cras) e nos Centros de Referência Especializado de Assistência Social (Creas) do município. Durante as visitas será feito um levantamento e diagnóstico dos atendimentos ofertados pelos equipamentos.

terça-feira, 21 de agosto de 2012

Secretários fazem entrega oficial de mais casas do Morar Feliz

Fotos Juarez Fernandes
Por Elenice Costa

A Secretária da Família e Assistência Social, Izaura Freire, junto com o secretário de Governo, Suledil Bernardino, além de outros secretários, oficializou ontem (segunda-feira, 20) a entrega de 186 casas no Conjunto Habitacional Morar Feliz do Parque Esplanada. As famílias que foram inseridas no maior programa habitacional do país moravam em áreas insalubres e de risco na Comunidade da Ilha do Cunha.

- Receber uma casa com drenagem, abastecimento de água, saneamento básico, iluminação, telefonia, arborização, ruas pavimentadas, entre outros benefícios, como existe em todos os condomínios do Morar Feliz, isso é ter compromisso com a população e governar para o povo campista – afirmou a secretária Izaura Freire.

Ela ressalta que é muito gratificante ver essas famílias que moravam em áreas de risco estar hoje morando em um local e em uma casa segura. “Isso tudo é programa social. Cada morador que recebeu sua nova moradia deve cuidar bem do seu imóvel”, acrescentou a secretária.

Durante a cerimônia de entrega, Izaura Freire acrescentou que dentro de duas semanas a equipe do Setor de Habitação da secretaria estará realizando uma pesquisa de satisfação no condomínio do parque Esplanada. “É importante que todos os moradores digam o que está faltando no condomínio para que todos possam realmente morar feliz. Além disso, será implantada horta comunitária no local, como está acontecendo em todos os outros conjuntos, além de plantio de árvore, concurso de frases e concurso de nomes de rua, onde todos moradores poderão participar”, concluiu a secretaria.

Emoção - A aposentada Maria Geisa Mércia Genésio, de 74 anos, que morou há mais de 30 anos na Comunidade Ilha do Cunha, afirma que “daqui para frente só vou chorar de alegria e de felicidade. Não vou enfrentar mais enchente. Foram muitos anos de sofrimento. Minha casa já não tinha estrutura para suportar a próxima enchente. Estou muito feliz, fui contemplada do jeito que eu queria. Durante anos fui socorrida pela equipe da Deseja Civil, perdi vários moveis, mas graças a Deus não perdi a esperança e nem a minha vida”, disse a aposentada, que agora mora na Rua 1, Quadra R, com seu neto de 21 anos.
A dona de casa, Rosilene Oliveira, de 32 anos, mãe de dois filhos, explica que morava há 32 anos em um cômodo com banheiro. “Hoje, graças a Deus, minha família tem realmente uma casa. Estamos muito felizes por essa bênção. Podemos dizer que temos moradia digna em uma casa com total condição de um ser humano viver”, acrescentou a dona de casa. 





domingo, 19 de agosto de 2012

Fundadora da Apoe morre aos 96 anos

Foto Divulgação
Campos perdeu no fim da tarde de ontem, a presidente e fundadora da APOE ( Associação de Proteção e Orientação aos Excepcionais ), Diva Goulart, de 96 anos. Dona Diva, foi uma mulher que abdicou de sua vida pessoal, enfrentou preconceitos, injustiças, passou por dificuldades, mas nunca esmoreceu numa luta de 47 anos, inteiramente dedicados as pessoas com estas necessidades especiais. 

- “ Minha dedicação vem da certeza de que Deus escreve certo por linhas tortas e de que esses seres humanos iluminados precisavam muito mais do que apoio material, pedagógico, eles precisavam sobretudo de atenção, carinho e amor”. Era uma afirmação constante de Dona Diva, como era carinhosamente conhecida na sociedade campista.
O velório está sendo na sede da APOE, que fica na rua Domingos Viana - Parque Califórnia. O enterro será hoje, às 15h30, no Cemitério do Caju.

quinta-feira, 16 de agosto de 2012

Conselho Municipal do Idoso nos altos da rodoviária

Foto: Rodolfo Lins
Por Elenice Costa

Foi iniciado nesta semana, o funcionamento da nova gestão do Conselho Municipal dos Direito do Idoso, órgão vinculado à Secretaria da Família e Assistência Social. A sede está funcionando na Rua José Alves de Azevedo, s/n - altos da Rodoviária Roberto Silveira, de segunda à sexta-feira, das 8 às 17h. No local os idosos terão espaço para discutir seus anseios e necessidades dentro da política do Conselho do Idoso. Assim, eles podem contar com atendimento jurídico, psicológico, além de secretária executiva e assistente administrativo.
De acordo com o presidente do Conselho, André Aragão, o órgão vai funcionar como catalisador das demandas que serão, por sua vez, repassadas às secretarias, como de Educação, Cultura, Saúde, entre outras. Ele explica que todas as secretarias têm demonstrado interesse em seguir a política de atendimento ao idoso e, também, na preparação da programação das atividades que serão desenvolvidas no mês dedicado à terceira idade.

- Estaremos trabalhando como ponte entre a sociedade civil e o governo, para que todas as ações relacionadas ao direito do idoso sejam atendidas e para que, efetivamente, tanto o governo quanto a sociedade em geral possa contribuir para a melhoria no atendimento à pessoa idosa - concluiu André Luiz Aragão Viana.

Curso de Cabeleireira com grande procura no Cras

Foto: David Jones
Por Elenice Costa

Quarenta mulheres de diferentes idades assistidas pelo Centro de Referência de Assistência Social (Cras) do Jardim Carioca participam duas vezes por semana de Curso de Cabeleireiro. A maioria delas está em busca de capacitação profissional, a fim de conquistar sua independência financeira para se inserirem no mercado de trabalho. O curso tem duração de oito meses, com carga horária de 360 horas. Os cursos ministrados e acompanhados por profissionais da Secretaria da Família e Assistência Social oferecem todas as condições infraestruturais, financeiras e humanas para a realização dos cursos de capacitação profissional.

As aulas acontecem às terças e quintas-feiras, das 8 às 11h e das 13 às 16h, quando são ministradas aulas práticas e teóricas, que visam preparar os alunos para o mercado da beleza. Durante as aulas as alunas aprendem todos os cuidados com os cabelos, como hidratação, relaxamento, tintura, escova, corte, alisamento, escova, penteado, e 30 tipos de trançados de cabelo em vários aspectos. Além disso, as alunas recebem orientações de higiene do salão e como agradar a clientela.

De acordo com a instrutora de artes em cabelos, Silva Robaina, o mercado de trabalho a cada ano recebe novos profissionais em cabelos e a procura tem sido muito grande. Ela acrescenta que é muito importante preparar novos profissionais, não somente para o mercado de trabalho, mas formar profissionais que possam adquirir sua própria renda.

- Em um futuro bem próximo eu estarei abrindo meu próprio negócio. Eu sempre tive vontade de aprender a trabalhar com cabeleireira e essa oportunidade de qualificação é muito importante. Nem todos podem pagar - a afirmação é da dona de casa, Deise Lucia Gomes, de 37 anos, moradora do Parque Guarus.

O Centro de Referência de Assistência Social (Cras) é um órgão público, que presta atendimento às famílias em situação de vulnerabilidade social decorrente da falta de renda, precário acesso aos serviços municipais e fragilização de vínculos afetivos, entre outros.

terça-feira, 14 de agosto de 2012

O teatro da CPI do Cachoeira

Reprodução Veja on Line

Está virando circo. O ex-diretor-geral do DNIT, Luiz Antônio Pagot quer falar, mas não foi convocado mais uma vez. Já o contraventor Carlinhos Cachoeira que ficou calado no depoimento à CPI foi convocado de novo. A alegação é de que ele prometeu retornar à comissão e contar o que sabe, mas somente depois de prestar depoimento à 11ª Vara da Justiça Federal. Mas no depoimento à Justiça Federal, Cachoeira também não falou, zombou do tribunal dizendo que quer casar com sua companheira Andressa. É claro que vai ser outro espetáculo deprimente e Cachoeira não vai falar nada. O único avanço foi marcar o depoimento de Fernando Cavendish para o próximo dia 28. Agora alguém acredita que ele vai falar alguma coisa?

Cursos do Pronatec oferecidos até quinta-feira


Elenice Costa
A Secretaria da Família e Assistência Social, em parceria com o Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec), iniciou nesta terça-feira (14), a pré- inscrição para cinco cursos profissionalizantes. Os interessados devem comparecer na sede da secretaria, localizada na Travessa Santo Elias, nº 46, no Jardim Carioca, das 9 às 14h, até quinta-feira (16), para realizar sua pré-inscrição.
Para se inscrever é necessário que o interessado tenha entre 16 e 59 anos e apresente CPF, carteira de identidade, comprovante de residência, comprovante de escolaridade, cartão do Número da Inscrição Social (NIS), que e obrigatório, cartão do Bolsa Família ou cheque cidadão, se for beneficiário.
No ato da pré- inscrição o candidato receberá um comprovante com a data para realização da matrícula e quais os documentos são necessários para apresentar no Senac ou Senai,  onde serão realizados esses cursos. A previsão é que as aulas comecem na primeira semana de setembro.
O Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec) tem objetivo de democratizar a oferta de cursos profissionalizantes e técnicos em todo o país, expandindo e interiorizando por todo território nacional, fazendo com que cada vez mais os cursos de qualificação com qualidade se expandam por todas as escolas técnicas do Brasil.
 Os cursos oferecidos são:
* Auxiliar de eletricista,
*auxiliar de operações em logísticas,
*mecânico de manutenção em motores diesel,
*soldador no processo eletrodo revestido aço carbono e aço liga
 *cabeleireiro.

sexta-feira, 10 de agosto de 2012

Dezenas de famílias em nova residência no Eldorado III

Foto David Jones
Por Elenice Costa

A Secretaria da Família e Assistência Social finalizou nesta sexta-feira (10) as entregas das últimas 60 casas do Conjunto Habitacional Parque Eldorado III. No total foram entregues a população campista 5.326 casas do Programa Habitacional Morar Feliz, 10% delas adaptadas para pessoas com algum tipo de deficiência. O programa é um dos investimentos feitos pela administração municipal, com recursos próprios.
Os conjuntos residenciais do Programa Morar Feliz contam com ruas pavimentadas, drenagem, abastecimento de água, luz e saneamento básico, iluminação, telefonia, arborização, entre outros benefícios. As casas têm pintura textualizada, com cores variadas nas fachadas e telhas, esquadrias de alumínio e gramado. Entre os bairros contemplados estão Tapera, Ururaí, Eldorado, Parque Prazeres, Lagoa das Pedras, Parque Aldeia, Parque Santa Rosa, Parque Santa Clara, Novo Jóquei, Penha, Travessão e Esplanada.
As famílias contempladas nos 12 conjuntos moravam em áreas insalubres e de risco, como por exemplo, na margem da Lagoa do Sapo; da Lagoa Azul; da Lagoa do Lebret; da Lagoa do Vigário; da Comunidade da Ilha, no distrito de Ururaí; da Comunidade da margem da Linha, na Tapera; da Comunidade da margem da BR-101, na faixa de sete quilômetros entre Tapera e o distrito de Ururaí; na margem da rodovia BR-101, setor sul, entre o Aeroporto Bartholomeu Lysandro e o KM 08.
O casal, Wellhem dos Santos, de 29 anos, e Josival Batista Florêncio, de 29 anos, e um casal de filhos, mudaram nesta manhã para sua nova residência. Emocionada, Welhem afirma que “agora estamos completos, a partir de hoje minha família terá nova vida em uma casa bem estruturada. Foram muitos anos morando de favor em na casas dos outros no Parque Calabouço”.
_ A dona de casa, Rosilene Oliveira, de 32 anos, mãe de dois filhos, explica que morava há 32 anos em um cômodo com banheiro. “Hoje, graças a Deus, minha família tem realmente uma casa. Estamos muito felizes por essa bênção. Podemos dizer que temos moradia digna em uma casa com total condições de um ser humano viver”, acrescentou.

quinta-feira, 9 de agosto de 2012

Secretaria da Família e Assistência reúne técnicos

Foto Antônio Leudo
Por Maristela Cunha/Secom

Tendo por objetivo visibilizar as novas diretrizes que marcam as concessões aos beneficiados pelo Programa Bolsa Família, está acontecendo ao longo do dia de hoje (quarta-feira, 8), no auditório do Centro Administrativo José Alves de Azevedo (CAJAA), sede da Prefeitura de Campos, reunião ampliada envolvendo o tema “Recurso e acompanhamento familiar”.

Na oportunidade, sob a organização do Departamento de Serviço Social da secretaria municipal da Família e Assistência Social, cerca de 60 profissionais que atuam no Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas), funcionários do Centro de Referência de Assistência Social (Cras) e técnicos locais do Programa Bolsa Família estão recebendo informações especialmente no que tange aos novos três benefícios que foram incluídos quando da liberação do Bolsa Família que fazem o perfil do público alvo, ou seja, famílias em situação de pobreza ou extrema pobreza. Leia mais >

Idosos em momento de lazer no Jardim São Benedito

Foto: David Jones
Por Elenice Costa

Idosos do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos do Centro de Referência e Assistência Social (Cras), do bairro Custodopolis, tiveram uma manhã de lazer nesta quarta-feira (9), no Jardim São Benedito. Dentre a programação um grupo de oito idosos contou com o empenho da psicóloga Gabriela Oliveira, que preparou um piquenique, onde todos puderam brincar descontraidamente, em torno de atividades físicas, aula de dança, dinâmica de grupo, entre outros.
Segundo a psicóloga do Cras, Gabriela Oliveira, será trabalhado uma vez por mês atividades em lugares diferentes para ofertá-los com lazer, fortalecendo vínculos para contribuir para o desenvolvimento social.
O passeio visa proporcionar momentos de lazer para os membros do grupo, dando continuidade ao trabalho realizado pela equipe de profissionais do Cras, embasada, tanto na prevenção, proteção e pró-ação, quanto no resgate de vínculos pessoais de cada indivíduo. A idéia é melhorar significativamente na qualidade de vida, visto que o contato social proporcionado nos encontros estimula o bem estar físico e mental.
A moradora do bairro Custodópolis, Kátia Suely Lopes Crispim, de 51 anos, afirma que é muito bom participar das atividades. “Somos todos tratados com muito respeito e carinho por todos os profissionais. O nosso grupo participa de todas as atividades”, acrescenta.

Casa nova: mais 29 famílias saem de áreas de risco

Foto Juarez Fernandes
Por Taysa Assis / Secom

A Prefeitura contemplou mais 29 famílias com casas no conjunto habitacional do bairro Eldorado 3, nesta quarta-feira (8). Elas também foram beneficiadas pelo Programa Morar Feliz e, com isso, deixarão de viver em áreas de risco. Nesta terça-feira (7), outras 28 famílias também receberam casas novas e foram transferidas para o conjunto.

Segundo o subsecretário de Defesa Civil, Major Edison Pessanha, ao todo, a Prefeitura disponibilizou 140 casas no Eldorado 3. “As famílias moravam às margens da BR 101, na altura do Km 8, ou no Parque São Mateus”, disse.

Para esta quarta-feira, 15 caminhões foram disponibilizados para as mudanças, iniciadas às 8h, com apoio da Secretaria Municipal de Defesa Civil e da Secretaria da Família e Assistência Social. Entre as casas do programa no Eldorado há 14 habitações com acessibilidade.

A diarista, Edinete Teixeira da Silva, 30 anos, está muito feliz e mais tranquila pela oportunidade oferecida pela prefeitura. “Acordei às cinco da manhã, estava ansiosa para fazer a mudança. Estou mais tranquila também, pois onde morava não havia segurança para mim nem meus filhos. Queria que eles estivessem nesta nova etapa da nossa vida aqui, mas tive que levá-los para a creche. Tenho certeza que seremos muito felizes”, informou Edinete.

quarta-feira, 8 de agosto de 2012

Capacitação para orientadores sociais e coordenadores

Foto: David Jones
Por Elenice Costa

O Sistema de Acompanhamento de Gestão do Projovem Adolescente (Sisjovem), da Secretaria da Família e Assistência Social, realizou nesta quarta-feira (8) uma capacitação com os profissionais que desenvolvem atividades nos coletivos implantados no município. Cerca de 40 orientadores sociais e coordenadores participaram da capacitação.
De acordo com o técnico responsável do Sisjovem, Rogério Aguieiras, essa é a primeira capacitação para o preenchimento de dados do sistema e todos os profissionais responderão um questionário onde os dados coletados serão enviados ao Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS). Assim, todas as etapas dos trabalhos desenvolvidos no município serão enviadas ao órgão. Esse questionamento acontecerá duas vezes por ano.
A capacitação visa contribuir para a qualificação dos profissionais do Projovem Adolescente, identificando os principais desafios que se colocam frente à implementação do serviço, bem como as boas práticas capazes de avançar no sentido da superação das dificuldades identificadas.
O Sisjovem possibilita o acompanhamento on-line da gestão do programa e fornece aos gestores do governo informações detalhadas e consolidadas sobre a execução de todos os aspectos deste serviço socioeducativo como, por exemplo, a freqüência.

- A capacitação habilita os orientadores sociais do Projovem Adolescente no correto preenchimento e utilização, de modo a conhecerem as diversas funcionalidades e regras do sistema, potencializando a gestão preventiva do serviço desenvolvido nos coletivos – finaliza o técnico responsável.

terça-feira, 7 de agosto de 2012

PT e PMDB continuam não querendo investigar negócios da Delta


Luiz Antônio Pagot, Sérgio Cabral e Fernando Cavendish 
Do Blog do Garotinho

É lastimável. O ex-diretor-geral do DNIT, Luiz Antônio Pagot quer falar dos negócios da Delta, mas o presidente da CPI, senador Vital do Rêgo (PMDB - PB) acha que ainda não é hora. Para quem não lembra o senador Vital do Rêgo é o autor do projeto que tira os royalties do Rio de Janeiro e do Espírito Santo. O dono da Delta, Fernando Cavendish não quer falar, mas teve aprovada a sua convocação para depor na CPI. Só que não se marca a data. Agora fala-se em "lá para o dia 20 ou depois". Estão empurrando com a barriga. E o governador Sérgio Cabral não quer falar e nem foi convocado, mas tem que ser chamado, afinal só eu entreguei à CPI, 68 quilos de documentos comprovando de forma irrefutável a corrupção do seu governo com a Delta.

Morar Feliz do Eldorado 3: mudança de 27 famílias

Foto: Juarez Fernandes
Por Wesley Machado

A Prefeitura de Campos, por meio da Secretaria Municipal de Defesa Civil e da Secretaria da Família e Assistência Social, realizou, nesta terça-feira (07), a mudança de 27 famílias para o Conjunto Habitacional do Programa Morar Feliz do Eldorado 3. Essas famílias moravam às margens da BR-101, no Km 8, ou no Parque São Mateus. São140 casas ao todo no conjunto, sendo 14 com acessibilidade para pessoas com necessidades especiais ou idosos. Para esta quarta-feira, está prevista a mudança de novas famílias. É o que informa o subsecretário municipal de Defesa Civil, Major Edison Pessanha.
A diarista Silvana da Silva Porto, de 40 anos, morava numa área de risco no Parque São Mateus. Ela, que agora que vai morar com o esposo e três filhos na nova casa, aprovou a moradia. “Melhor do que onde estava. Lá era área de risco. Quando vinha a enchente, enchia de água. Agora vai melhorar muito a minha vida”, acredita Silvana.
A dona de casa, Maria Lúcia Corrêa da Silva, 63, que também morava numa área de risco no Parque São Mateus, se mostrou satisfeita com a nova casa. Ela lembra que perdeu tudo na enchente. “Perdi minhas coisas. Fiquei três meses desabrigada. A água baixou e eu voltei. Agora consegui essa casa, que gostei muito. Até minha saúde está melhor. Só tenho a agradecer à prefeitura”, afirma Maria Lúcia.

Plenária Regional de Economia Solidária

Foto: Divulgação
Por Elenice Costa


Iniciou nesta manhã de terça-feira (7), no auditório II da Universidade Estadual do Norte Fluminense (Uenf) a Plenária Regional de Economia Solidária. O evento acontecerá durante todo o dia com palestras temáticas e escolha das representantes que vão participar do Fórum Nacional de Economia Solidária na cidade Brasília.
A plenária está sendo realizada em todo Brasil, com plenárias municipais, intermunicipais e estaduais de Economia Solidaria, rumo à V Plenária Nacional de Economia Solidária, que acontecerá de 9 a 13 de dezembro, em Brasília.
De acordo com a presidente executiva do Fórum da Economia Solidaria, Carla Aguiar, este é um momento em que o debate flui e novas idéias e preposições em documento servirão de base a V Plenária Nacional. O objetivo é refletir novas questões oriundas das plenárias locais com temáticas dentro de vários eixos, entre eles, sustentabilidade, autogestão e autonomia, economia popular, emancipação econômica, entre outros.

Lei Maria da Penha completa seis anos

Por Maristela Cunha / Secom

Nesta terça-feira (7), estará sendo marcada, em todo o Brasil, a data de sanção da Lei nº 11.340/2006 – Lei Maria da Penha – que foi promulgada no dia 6 de agosto. Em Campos, a data será destacada na quarta-feira (08), devido aos festejos em louvor do padroeiro da cidade, Santíssimo Salvador. A iniciativa, do Conselho Municipal dos Direitos da Mulher (Comdim) terá início, com concentração às 9h no Calçadão, próximo à Catedral Diocesana. O grupo partirá em uma caminhada pelas ruas centrais da cidade a fim de fomentar um maior conhecimento da lei, bem como falar a respeito dos trabalhos que têm sido feitos por aquele órgão em defesa da mulher campista.

De acordo com a presidente do Comdim, Margarida Estela Mendes do Nascimento, todo o percurso terá aproximadamente uma hora. Os participantes poderão transmitir às pessoas que circularem pela área central de Campos as ações que têm sido adotadas com vistas a pôr todas as medidas protetivas que constam na Lei Maria da Penha, em prática.

– Iremos distribuir a Cartilha da Lei Maria da Penha entre as pessoas, ressaltando nosso serviço prestado dentro do município e esclarecendo que ainda temos muito a providenciar em termos de aprimoramento da lei – informou Margarida.

Mecanismo avançado, porém com falhas – Todo o respaldo, de acordo com a presidente do Comdim, deve ser dado nas três esferas – municipal, estadual e federal – fazendo com que dispositivos como condições de fiscalização das delegacias e varas especializadas,os abrigos de apoio às mulheres e demais órgãos como o Conselho da Mulher, Centro de Referência do Atendimento à Mulher e outros seja uma das ações que possam vir a fortificar a lei.

O percentual de descumprimento da Maria da Penha ainda é preocupante e conforme destaca o defensor público Carlos Eduardo Rios, 75% das medidas protetivas de urgência no Estado, são cumpridas. 

- Essa rede de enfrentamento, como chamamos, necessita de uma revisão. Continuamos a ver casos escabrosos de mulheres que são vitimadas pela violência e toda a sociedade tem responsabilidade nisso – salientou Margarida.

A presidente do Comdim ainda destacou o trabalho que o conselho vem fazendo e que já é reconhecido em outros centros,onde, com freqüência, partem convites para darem palestras a respeito do que vêm fazendo no município em prol de condições mais dignas para a mulher campista no que tange à sua cidadania, autoestima e valorização à vida.